ESTAMOS TRABALHANDO PARA ATUALIZAR TODAS AS ÁREAS DO SITE!! EM BREVE, UM NOVO PORTAL DE NOTÍCIAS DO PARAÍSO!

NOSSA MISSÃO EM 2018: SER SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO

559

Queridos irmãos e irmãs, espero que tenham iniciado este novo ano de 2018 com muita saúde, paz e esperança. Sobretudo neste Ano do Laicato, será muito grande a nossa missão evangelizadora e pastoral, e contamos com o dedicado zelo e a fé tão alegre e participativa de vocês, leigos e leigas amados. O Senhor têm muitos planos e sonhos para nós e para a nossa paróquia em 2018. Já quero, aqui, partilhar com vocês alguns desses planos, principalmente, aqueles que se concretizarão ou se iniciarão neste mês de fevereiro.

Começaremos este mês com o início de uma poderosa novena de bênçãos, graças e milagres na força do Espírito Santo: a Novena Meu milagre vai chegar. Esta novena acontecerá em nove semanas, nas missas por cura e libertação das segundas-feiras às 15h e das sextas-feiras às 19h30, a partir do dia 02 de fevereiro, em nossa matriz paroquial do Paraíso. A cada semana, clamaremos por milagres especiais em diversas dimensões e situações de nossa vida pessoal, familiar, comunitária e até social. Jesus prepara muitas vitórias e graças através de cada missa nesta novena, onde poderemos experimentar a amorosa intervenção Dele, que é o Deus do impossível, o Deus de milagres! Venham participar conosco!

No Ano do Laicato, teremos muitas formações específicas para os nossos leigos e leigas, agentes e lideranças de nossos grupos e pastorais. Em fevereiro, nossos ministros extraordinários iniciarão suas reuniões formativas comigo e o Pe.Alex. Iniciaremos nossa Pastoral Litúrgica Paroquial com os coordenadores de nossa matriz paroquial e capelas; o que virá de encontro a uma necessidade urgente de nossa comunidade. Para as mulheres, realizaremos no dia 25 de fevereiro, no Clube de Portugal, o já tradicional Retiro das Mulheres, contando com a orientação do Grupo de Oração Filhos da Misericórdia e a pregação e oração de Luciana Antunes, missionária da Comunidade Canção Nova. Será para vocês, queridas e dedicadas mulheres, um momento forte de fé e renovação espiritual, o qual vocês não podem perder; adquiram rapidamente seus convites, porque o número de participantes é limitado.

Começaremos, também, no dia 14 de fevereiro, com a quarta-feira de cinzas, o tempo da Quaresma. E, como de costume, já há 50 anos, aqui no Brasil, a Campanha da Fraternidade. Que nesse ano de 2018, terá por tema: A Fraternidade e superação da violência, e como lema: “Vós sois todos irmãos!” (Mateus 23,8). O lema bíblico já nos inspira à união, porque somente juntos conseguiremos superar todas as formas de violência que sofremos. A violência começa no coração de cada um de nós, que pecamos e reagimos no espírito de agressividade e vingança junto àqueles com quem convivemos. Hoje em dia, temos a violência estrutural ou cultural, que se manifesta em relação a grupos raciais ou étnicos, aos pobres, no trânsito, com as mulheres e pessoas homoafetivas, como também, nos terríveis crimes de roubos, assassinatos e estupros. Aprofundaremos as diversas causas e consequências de todo tipo de violência. A superação da violência precisa se fundamentar e orientar pelos princípios e critérios de nossa fé e fraternidade cristãs. Teremos muitos encontros, celebrações e gestos concretos em nossa paróquia, para vivenciar este tema tão atual e urgente da nossa realidade.

A Quaresma é por excelência, o tempo de conversão, e a partir deste tema da CF 2018, somos chamados a superar a violência construindo uma cultura de fraternidade, perdão, paz e justiça. Assumamos os exercícios quaresmais: oração, jejum e esmola; eles são meios eficazes para a nossa preparação espiritual rumo à Páscoa do Senhor. Convido a todos vocês para participarem de nossas procissões e celebrações penitenciais nas sextas-feiras quaresmais às 05h30. Também incentivamos a participação nos grupos dos setores missionários e na celebração da via-sacra nas sextas-feiras às 18h30, na matriz paroquial. É muito aconselhável, no tempo quaresmal, celebrar o sacramento da reconciliação, e certamente, como em todos os anos, o mutirão de confissões nas paróquias, será de grande ajuda para termos o acesso a este sacramento. Experimentar o poderoso e amoroso perdão de Deus sempre traz muita cura e transformação de nossos corações e vidas. Trago aqui a historinha dos dois bêbados remando,  para nos ajudar em nossa conversão pessoal e pastoral, como também, para sempre atender ao chamado de Jesus, e sermos o sal da terra e a luz do mundo.

Dois bêbados voltavam para casa altas horas da madrugada. No caminho, bem na chegada, havia uma lagoa que deviam atravessar num pequeno barco a remo. Não era uma lagoa tão grande. Um bom remador podia atravessá-la em não mais que quinze minutos

Tontos como estavam, entraram no barco e decididamente começaram a remar, na mais completa escuridão.

Remaram cinco, dez, quinze minutos e já iam respirar aliviados, quando perceberam que ainda não haviam chegado à terra firme. Disseram para si mesmos: “Exageramos na dose. Nem remar estamos conseguindo”.

Remaram mais depressa. Deram tudo de si. Reuniram todas as forças que àquela hora ainda restavam. E nada. Não chegavam à terra firme. Disseram conformados: “Parece que o barco está rodando em volta de nossas cabeças”.

Fizeram, então, um esforço para remar em linha reta e aceleraram as braçadas. Mas o tempo passava e nunca chegavam à outra margem.

Intrigados, sem saber o que estava acontecendo, acomodaram-se no barco. O jeito era esperar amanhecer para decifrar aquele mistério.

Com os primeiros raios do sol, acordaram meio atordoados e, olhando em volta, perceberam surpresos: “Ô gente, esquecemos de desamarrar o barco”.

Com efeito, o barco estava bem amarrado à margem. Por isso, não havia sequer saído do lugar.

Por isso, vejam bem o que amarra vocês, e fiquem firmes sem desanimar…

Tenham um ano de fé e com muitas alegrias! Celebremos uma Quaresma muito cheia de frutos de conversão!

Com minha saudação e bênção de pai espiritual e pastor,

 

Padre Vanderlei Nunes




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *