ESTAMOS TRABALHANDO PARA ATUALIZAR TODAS AS ÁREAS DO SITE!! EM BREVE, UM NOVO PORTAL DE NOTÍCIAS DO PARAÍSO!

O Sangue de Jesus: fonte de misericórdia que jorra da cruz

140

Chegamos ao mês de julho, e a liturgia da Igreja apresenta a importância de celebrarmos o Sangue de Jesus. O Filho do Deus vivo, que se entregou por cada um de nós, derramou suor e sangue do alto da cruz. O evangelista João ressalta em seus escritos que “do lado” do Filho do Homem também jorrou água. Os soldados quebraram as pernas dos demais crucificados, mas em Jesus furam lhe o lado, o seu peito. Podemos imaginar que isso é apenas físico, mas pelo olhar de João, é daquele sangue e daquela água que nasce a Igreja. Ao relembrarmos que é através do batismo, utilizando-se da água purificadora, que nos tornamos cristãos, percebemos que essa mesma água nos faz comunidade de irmãos e irmãs. O ato de entrega ao sacrifício perfeito transforma o mistério do Preciosíssimo Sangue de Jesus. Esse mesmo sangue, sinal de amor e misericórdia, foi derramado para que os nossos pecados fossem redimidos e a nossa salvação de fato ocorresse. Portanto, ao celebrarmos o preciosíssimo Sangue de Jesus invocamos a sua misericórdia e o seu poder de transformação.

Vejamos também que através do mistério da eucaristia, onde o pão é transformado em corpo de Cristo e o vinho se torna sangue, somos alimentados desse sangue poderoso. Por isso, devemos tomar ciência do valor da comunhão em duas espécies, onde o Sacerdote partilha o Corpo e Sangue de Cristo. Ao participarmos da comunhão sincera nos tornamos sacrários vivos. Essa é a prática da nossa espiritualidade, e assim iremos transparecer o próprio Filho de Deus. Não existe outro objetivo na vida do Cristão. E como parecer ou ser semelhante a alguém que não conhecemos? Não faz sentido. É por isso que, se, de fato, quisermos cumprir o chamado a sermos discípulos e missionários, devemos nos atentar para a oração. Nossa Paróquia iniciou em junho a novena de Oração pelas Mãos Ensanguentadas de Jesus buscando um verdadeiro despertar em nossas vidas.

É também através da oração que somos movidos ao despertar da caridade. Eu me lembro quando fizemos uma matéria a respeito do maravilhoso trabalho da Sociedade São Vicente de Paulo, pude perceber que antes de qualquer doação material está a entrega pessoal de cada um dos membros. Na prática, o bem material ajuda muitas famílias carentes, porém, muitas vezes a presença amiga e a atenção oferecida é o que faz a diferença no restabelecimento da dignidade humana dos menos favorecidos. Essa missão não se perpetuaria tantos e tantos anos, com tantas dificuldades, se sua base sólida não fosse a oração. Essa é a nossa base. Ninguém dá aquilo que não possui. Não se dá amor ao próximo se o nosso coração não está cheio dele. Além disso, este mês começou o período do inverno rigoroso. Nossa comunidade estará recebendo ajuda através da doação de agasalhos, além dos cobertores que foram doados e utilizados na procissão de Corpus Christ. Está campanha está sendo reforçada pela Pastoral de Rua  para aquecer muitos corações. Há alguns anos atrás íamos com um grupo de jovens de casa em casa pedindo algumas peças, e depois ao entregar às famílias vimos que pequenas coisas podem fazer a grande diferença. Pense nisso!

Na seção “Mariologia” falaremos sobre os dogmas de Nossa Senhora, nesse ano Mariano devemos reforçar e sentir a importância da devoção a Maria Santíssima. Nesse mês celebramos a Mãe de Jesus sob diversos títulos, Nossa Senhora do Carmo, ela quem da o nome para a Catedral de nossa Diocese, e Nossa Senhora Rosa Mística, padroeira de uma das nossas comunidades.

Não podemos deixar de enaltecer que este mês ainda celebramos São Joaquim e Santa Ana, avós de Jesus, e o dia do vovô e da vovó. Que alegria poder recordar esse amor que eles tinham pelos netos e refletir o quanto são importantes em nossa vida. Os avós são pedras precisas que sempre brilham. Nas férias procure dedicar um bom tempo para estas pessoas especiais. Suas histórias, suas experiências nos ensinam e dão força em nossas vidas.

Nesse mês de Julho também estão abertas as inscrições para a Oficina de Oração e Vida, um serviço fundado pelo Frei Ignácio Larranaga, franciscano capuchinho, que tem o objetivo de nos ajudar a aprofundar o nosso modo de orar e dialogar com Deus. Em apenas 15 encontros, um a cada semana, por seis meses, somos convidados a reconhecer o amor do Pai por nós, a espiritualidade do Faça-se dito por Nosa Senhora e outras experiências. Posso testemunhar que já fiz a oficina de Oração e foi um marco em minha vida. Um dia quando tive a oportunidade de conversar pessoalmente com o Frei Ignácio, me relatou que a oficina é sentir Deus mais perto como amigo que chega como brisa suave.

A Pastoral da Comunicação também traz uma novidade. A Paraíso Web Radio está com nova programação. Novas vinhetas e programas que vão deixar o Paraíso mais perto da gente. Acesse www.paraiso.org.br e fique por dentro.

Não se esqueçam diante das dificuldades da vida, invoque as orações que nos remetem ao Sangue Poderoso de Jesus. Ele nos lava, nos limpe, nos edifica, nos da coragem e fortaleza para seguir em frente.

Até breve.

Pedrinho Botaro

Pastoral da Comunicação




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *