ESTAMOS TRABALHANDO PARA ATUALIZAR TODAS AS ÁREAS DO SITE!! EM BREVE, UM NOVO PORTAL DE NOTÍCIAS DO PARAÍSO!

Santo do Mês – Os Pastorinhos de Fátima

132

Este 13 de Maio é mais do que o Dia das Mães. Para milhões de fiéis, é o dia de Nossa Senhora de Fátima, mãe generosa e acolhedora que, num longínquo 1917,apareceu pela primeira vez a três pequenos pastores. Ainda que você não acredite em milagres, creia: Fátima é poderosa.

No dia 13 de maio de 1917, três crianças cuidavam de um pequeno rebanho na Cova da Iria, em Fátima, Portugal. Os pastorinhos chamavam-se Lúcia de Jesus, 10 anos, Francisco e Jacinta Marto, seus primos de 9 e 7 anos.Por volta do meio-dia, depois de rezarem o terço, como sempre faziam, foram surpreendidos por uma luz muito brilhante e forte.

Os Pastorinhos, Lúcia, Jacinta e Francisco, estavam aqui a brincar e ouviram a voz de Nossa Senhora junto àquela árvore. Confiaram nela, porque era linda, brilhante, sorridente e lhes disse que vinha do Céu, de junto de Deus.Lúcia, a mais velha, perguntou-lhe: o que é que você me quer?

E ela fez-lhes também uma pergunta: quereis oferecer-vos a Deus, ser de Deus, obedecer a Deus, viver sempre com Deus?

Quando eles responderam que sim, ela ficou ainda mais feliz e voltou a sorrir-lhes. Depois abriu as mãos e delas saiu uma luz de Deus que os fez sentir muita paz, muito amor e muita alegria. Pensavam estar no Céu. Comprometeram-se a estar sempre numa relação de amizade com Deus e que dizer sim a Nossa Senhora era o mesmo que dizer sim a Deus sempre, na vida toda.

A Senhora disse às crianças que era necessário rezar muito e convidou-as a voltarem à Cova da Iria durante mais cinco meses consecutivos, sempre no dia 13 e àquela mesma hora. Lúcia, que era a mais velha, recomendou aos outros dois que não contassem nada a ninguém. Mas Jacinta não soube guardar o segredo. E no dia 13 de junho, data da segunda aparição, os três pastorinhos não estavam mais sozinhos no encontro. Dessa vez, Lucia quase não compareceu. Vítima de maus tratos em casa, seus pais a tomavam por mentirosa e não acreditavam naquela história de aparição. Com medo, ela relutava em ir, mas foi convencida por uma prima. Durante muito tempo lhe pesou a acusação de mentirosa e de querer se promover às custas de Nossa Senhora de Fátima. Sua família, por sua vez, sempre guardou silêncio total em relação ao assunto.

Mas na terceira aparição, em 13 de julho, Nossa Senhora parece ter se sensibilizado com a injustiça contra Lúcia: prometeu um milagre para que o povo acreditasse na história das três crianças. No mês seguinte, entretanto, os três pequenos videntes não puderam ir ao encontro na Cova da Iria porque estavam presos. Foram pressionados a contar o que conversavam com Nossa Senhora. As crianças resistiram e, no dia 19, Nossa Senhora provou, mais uma vez, seu poder.

Apareceu para as crianças em Valinhos, ali por perto, na mesma região portuguesa, e continuou a fazer revelações. Uma quinta aparição aconteceu em setembro.

Celebramos no dia 20 de fevereiro a Festa Litúrgica dos Beatos Francisco e Jacinta Marto.

O Francisco desde cedo foi marcado pelo olhar que contempla, a Jacinta pelo coração que se compadece, e a Lúcia chamada a viver para anunciar: aspectos diferentes de uma vocação, de tal forma que olhar o conjunto dos três videntes é penetrar o essencial da Mensagem de Fátima.

A vida mística de Lucia, Francisco e Jacinta de Fátima

Lúcia, Jacinta e Francisco eram, antes de 1916, crianças católicas do vilarejo de Aljustrel, na diocese de Leiria, Portugal. Brincavam como todas as crianças,gostavam de jogos e de dançar animados, enquanto pastoreavam as ovelhas da família. Viviam um catolicismo verdadeiro, porém como muitas crianças,limitavam-se ao mínimo necessário. Lúcia conta que às vezes, para que o terço passasse mais depressa, em vez de rezar as orações completas, limitavam-se a dizer: Pai Nosso, Ave Maria, Ave Maria, Ave Maria…. Ora, para que estas alminhas, inocentes e comuns, pudessem ter a honra de ver Nossa Senhora, um anjo lhes aparecerá por três vezes, fazendo dessas crianças verdadeiras almas de oração.

Os grandes mistérios revelados e vividos pelas criancinhas de Fátima continuam, portanto, diante de nós, diante do mundo indiferente. Cabe a cada um de nós tomar a iniciativa de se entregar ao amor desta incomparável Mãe, que trouxe o Céu até a terra, nas terras de Portugal, para a nossa salvação. Que os bem-aventurados Lucia, Francisco e Jacinta de Fátima intercedam por nós, para que nós estejamos à altura deste amor Maternal que Nossa Senhora quer nos comunicar.

Rezemos o Terço todos os dias.

Fonte: Pastorinhos.com, Portal Santuário de Fátima , Portugal.

santo-maio




One thought on “Santo do Mês – Os Pastorinhos de Fátima

Comments are closed.